segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Suspeito de arrombar escola municipal na zona Sul é preso pela GMN

Adicionar legenda
Agentes da Guarda Municipal do Natal (GMN) conseguiram prender na madrugada desse domingo (18), o suspeito de furto e arrombamento identificado com David de Almeida Lopes, 21 anos. David foi detido dentro da Escola Municipal Professor Carlos Bello Moreno, situada no bairro de Neópolis, na zona Sul da capital.

Os guardas municipais foram acionados e conseguiram evitar que equipamentos como televisores, ventiladores, material esportivo e outros objetos fossem furtados da unidade pedagógica que atende alunos matriculados no ensino fundamental.

A guarnição fez a vistoria completa na escola e encontrou salas violadas, armários arrombados e muito material espalhado pelo chão. Um aparelho televisor foi encontrado já na área externa da escola. “Quando abordamos o suspeito ele alegou dever 50g de cocaína a um traficante e praticou o delito no intuito de conseguir material para pagar a droga”, contou um dos guardas municipais que participou da prisão.

David de Almeida Lopes foi conduzido a Central de Flagrantes da Polícia Civil onde foram realizados os procedimentos de prisão em flagrante delito, sendo o mesmo autuado pela prática de arrombamento e furto.

Texto: Assecom GMN.
Contato: assecomgmn@hotmail.com.

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

Carnaval de Natal contou com emprego de unidade móvel de videomonitoramento da GMN

Micro-ônibus equipado com câmeras de segurança foi infiltrado entre os foliões
Este ano o Carnaval da capital contou com um novo equipamento direcionado a segurança dos foliões. A Guarda Municipal do Natal (GMN) utilizou durante todos os dias da festividade uma unidade móvel de videomonitoramento. O micro-ônibus equipado com sistema de câmeras e monitores de vídeo foi infiltrado nos locais onde aconteciam os shows carnavalescos, possibilitando a captação de imagens, a vigilância de qualquer ato de criminalidade na área e o acionamento rápido das guarnições da GMN que se encontravam em patrulhamento.

Imagens captadas pelo sistema da unidade móvel da GMN
O sistema móvel de câmeras de segurança foi utilizado pela Prefeitura com intuito de inibir ações delituosas no meio da folia, identificando preventivamente possíveis tumultos e permitindo que os guardas municipais e o aparato de segurança envolvido no evento pudessem agir de forma rápida e eficiente. “A unidade móvel de vigilância por câmeras foi mais um equipamento que a Prefeitura empregou no sentido de ampliar a abrangência do efetivo de guardas municipais, pois dessa forma o raio de visão da segurança se tornou maior e consequentemente mais seguro”, comentou o titular da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social (Semdes), João Paulo Mendes.

A unidade móvel operada pela GMN é composta de um micro-ônibus de videomonitoramento equipado com telas de visualização e câmeras com um sistema moderno de captação e arquivamento de imagens, que auxiliam as ações de policiamento ostensivo. O micro-ônibus funciona como um pequeno centro de comando e controle móvel com tecnologia avançada, contando com mastro telescópico fornecendo visão ampla superior do local monitorado, câmeras, iluminação de LED, no-breaks e impressoras.

O comandante da GMN, Michel Dantas, lembrou que todo o sistema de câmeras da unidade móvel é operado por guardas municipais que têm comunicação direta com as equipes de agentes que circulam patrulhando entre os foliões. “Dessa forma durante o carnaval conseguimos ter mais eficiência nos deslocamentos dos guardas para atender ocorrências”, informou.

Durante o carnaval de Natal o comando da GMN empregou agentes lotados na Ronda Ostensiva Municipal (Romu), Ronda de Proteção Escolar (Rope), Ronda de Proteção a Saúde (RondaS) e no Grupamento de Ação Ambiental (Gaam).


Texto: Assecom GMN.
Contato: assecomgmn@hotmail.com.

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Patrulhamento ostensivo da GMN contribuiu para segurança do Carnaval de Natal

Carnaval foi tranquilo sem registro de ocorrências graves
A Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social (Semdes) por meio da Guarda Municipal do Natal (GMN) atuou na segurança durante todo o período do carnaval realizado na capital potiguar. A ação da GMN priorizou a segurança nos oito pontos de folia compreendidos pelos polos Petrópolis, Ponta Negra, Redinha, Centro Histórico, Ribeira, Rocas, Nazaré e Praia dos Artistas, além das Unidades de Pronto Atendimento (UPA) e o Hospital Municipal de Natal.

O trabalho de segurança preventiva planejado pelo Comando da GMN levou dezenas de guardas municipais aos locais de maior fluxo de foliões, que com a realização de serviço de patrulhamento a pé e em viaturas garantiu o bom andamento das festividades. A GMN também atuou apoiando as equipes de fiscalização das secretarias de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb) e de Serviços Urbanos (Semsur). Nessas situações os guardas municipais realizaram operações conjuntas com os fiscais da Prefeitura.

Patrulhamento da GMN contemplou os oito polos carnavalesco da capital
A GMN utilizou o sistema de videomonitoramento com câmeras instaladas na unidade móvel equipada no ônibus da instituição. Imagens da folia em tempo real eram captadas e acompanhadas por guardas municipais que operam o sistema. Qualquer situação estranha percebida pelos agentes era acionado o patrulhamento responsável pela segurança do evento.

De acordo com o titular da Semdes, João Paulo Mendes, o trabalho da GMN integrado aos das demais forças de segurança pública mostrou eficiência e garantiu o bom andamento do evento e a segurança dos foliões participantes do carnaval de rua da capital. “As equipes de patrulhamento estão de parabéns pelo excelente serviço realizado de maneira integrada e com a visão principal de proporcionar segurança e um bom divertimento para os foliões de Natal e de outras localidades do país que vieram participar da festa na capital potiguar”, comentou.

Unidade Móvel de Videomonitoramento da GMN captou imagens em tempo real dos locais de folia
O comandante da GMN, Michel Dantas, informou que as ocorrências registradas durante a realização da festa foram de pequeno potencial e que a presença assídua da Guarda Municipal e das polícias evitaram maiores problemas e zelaram pela ordem social. “A operação foi bem planejada e executada com competência por todos os entes públicos envolvidos e isso foi um fator preponderante para o sucesso do evento”, avaliou o comandante.

Dentre as ocorrências atendidas pela GMN as de maior vulto foram a captura de um foragido do Sistema Prisional do Estado e a prisão de suspeitos de roubo de veículos. Também foi recuperado uma motocicleta roubada e apreendida duas armas de fogo.


Texto: Assecom GMN.
Contato: assecomgmn@hotmail.com.

GMN prende suspeitos de roubo de veículo e apreende arma de fogo

Arma de fogo foi apreendida em poder dos suspeitos
Dois homens suspeitos de roubar uma motocicleta foram presos pela Guarda Municipal do Natal (GMN), na tarde dessa quarta-feira (14), na Avenida Ayrton Senna, na zona Sul da capital. Com os suspeitos os guardas municipais apreenderam um revólver calibre 38 carregado com seis munições intactas e uma moto de placa NNJ 4551, que havia sido tomada de assalto horas antes.

De acordo com o patrulhamento ostensivo da Guarda Municipal, a motocicleta foi roubada por homens armados na Avenida Rio Doce, nas proximidades do Comando Geral da GMN na zona Norte de Natal. A vítima solicitou apoio dos guardas municipais que realizavam ronda na área informando os agentes do roubo sofrido e que o veículo possuía equipamento de rastreamento. A partir daí, houve a perseguição aos suspeitos mobilizando outras viaturas da GMN.

Suspeitos foram conduzidos à Central de Flagrantes da Polícia Civil
Os homens com a motocicleta roubada foram localizados na Avenida Ayrton Senna quando tentavam sair com a moto. Os guardas municipais realizaram a abordagem e na revista pessoal encontraram a arma de fogo carregada. “Acreditamos que os dois detidos iriam iniciar uma onda de assaltos naquela localidade, pois já estavam de posse de um veículo roubado e de um revólver para cometer delitos, porém conseguimos evitar prendendo os dois”, contou um dos guardas municipais que participou da prisão.

Os dois detidos foram conduzidos pelos guardas municipais a Central de Flagrantes da Polícia Civil onde foi realizado os procedimentos de prisão e devolvido o veículo roubado ao legítimo proprietário.


Texto: Assecom GMN.
Contato: assecomgmn@hotmail.com.

segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

Foragido do sistema prisional é capturado por guardas municipais na UPA de Cidade da Esperança

Detido apresentou nome incompleto, mas não conseguiu engana a guarnição da GMN

A Guarda Municipal do Natal (GMN) conseguiu capturar na tarde desse domingo (11), mais um foragido do sistema prisional do Rio Grande do Norte. O apenado identificado como Rafael Souza da Silva, 20 anos, foi detido pelos guardas municipais quando buscava assistência médica dentro da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro de Cidade da Esperança, zona Oeste da capital.

Na ocasião, a viatura de patrulhamento ostensivo da Ronda de Proteção a Saúde da GMN (RondaS) foi acionada para verificar um suspeito que havia dado entrada na UPA com ferimento na mão provocado por disparo de arma de fogo. No momento da abordagem o suspeito foi interrogado pelos guardas municipais e chegou a informar o nome incompleto (Rafael de Souza) na tentativa de escapar da investida dos agentes, porém foi realizada uma consulta ao Banco Nacional de Mandados de Prisão (BNMP), onde foi encontrado um mandado de prisão em aberto em desfavor de “Rafael Souza da Silva”. “Diante da proximidade dos nomes resolvemos conduzir o suspeito à Delegacia para averiguar melhor a situação”, contou um dos guardas municipais.

Os guardas municipais chegaram a ir a residência do suspeito na busca de um documento de identificação para retirar a dúvida, sendo encontrada uma cédula de identidade original com o mesmo nome incompleto do detido. “Após indagações a mãe dele acabou admitindo que o RG estava com o nome incompleto e foi feito por ela num momento em que ela disse se encontrar sob efeito de remédios”, relatou os guardas.

Rafael Souza da Silva estava com mandado de prisão em aberto desde junho de 2017. O mesmo é condenado por receptação de produtos roubados e cumpria pena na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, no município de Nísia Floresta. Os procedimentos de captura de Rafael Souza foram realizados na Delegacia de Plantão Zona Sul e em seguida o preso foi conduzido ao Hospital Walfredo Gurgel onde deve realizar uma cirurgia, já que houve fraturas na mão devido a lesão por arma de fogo. O preso ficou sob a custódia da Polícia Militar.


Texto: Assecom GMN.
Contato: assecomgmn@hotmail.com.


sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

GMN recupera moto roubada após perseguição nas ruas do Planalto

Motocicleta estava com placas de identificação clonadas

Dois homens numa motocicleta roubada foram perseguidos na manhã desta sexta-feira (09), por uma equipe de patrulhamento da Guarda Municipal do Natal (GMN). A motocicleta recuperada no bairro Planalto, zona Oeste de Natal, estava com placas clonadas e há cerca de dois meses havia sido tomada de assalto por homens armados.

Bandidos empreenderam fuga em área de mata
De acordo com relato da guarnição da GMN que perseguiu os assaltantes, quando a viatura de patrulhamento entrou numa das ruas do Planalto deu logo de cara com os dois suspeitos na motocicleta, que ao identificarem os guardas municipais partiram em fuga. A perseguição se deu por ruas de areia possibilitando que os dois homens tivessem maior vantagem. “Eles entraram num areial e acabaram desequilibrando e caindo da moto. Então empreenderam fuga por dentro de uma faixa de mata que tinha próxima”, contou um dos guardas municipais.

Os suspeitos conseguiram se evadir em fuga, porém a motocicleta foi recuperado pelo patrulhamento da GMN. O veículo foi direcionado a Delegacia Especializada em Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (Deprov), onde foi constatada a clonagem e roubo da motocicleta. “Já conseguimos identificar e acionar o proprietário da moto que veio dar entrada nos procedimentos legais para devolução do veículo”.concluiu o guarda municipal.


Texto: Assecom GMN.
Contato: assecomgmn@hotmail.com.


quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

Ação conjunta da GMN, Deprema e Semurb estoura cativeiro de aves silvestres no Conjunto Pirangi

Suspeito do crime ambiental foi detido e conduzido a Deprema
Um cativeiro com mais de 60 aves silvestres foi estourado na manhã desta quarta-feira (07), numa ação conjunta que envolveu a Guarda Municipal do Natal (GMN), a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb) e a Delegacia Especializada em Proteção ao Meio Ambiente (Deprema). O resgate foi resultado de uma investigação realizada pelo Núcleo de Inteligência da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social (NIT/Semdes) que conseguiu localizar a residência na Rua Monte Azul, na 3ª etapa do Conjunto Pirangi, no bairro de Neópolis, onde as aves estavam confinadas.


No momento da abordagem os guardas municipais conseguiram identificar Cristovão Laurentino como responsável pelo confinamento das aves. Na ocasião, o suspeito se defendeu afirmando que os pássaros não eram utilizados em transações comerciais, porém contou que tinha consciência que a criação era irregular. “Não houve por parte do suspeito nenhuma reação contra a ação legal dos agentes públicos e em uma das gravações realizadas no interior do cativeiro ele chegou a admitir que sabia que a criação era ilegal”, contou o agente do NIT que participou da ação.

Na residência foram encontradas diversas espécies de aves silvestres, entre elas sanhaçu, azulão, canário, galo de campina, sibite, golinha, sabiá e outras. Os pássaros estavam presos em gaiolas e foram encontradas armadilhas denominadas popularmente como alçapão que são utilizadas para capturas as aves. No local, também foi detectado um grande viveiro com gaiolas e pássaros. Todas as gaiolas e armadilhas utilizadas no confinamento dos pássaros foram apreendidas e vão ser destruídas. As aves vão passar por uma avaliação clínica e em seguida devem ser devolvidas ao seu habitat.


Cristovão Laurentino foi conduzido pelos guardas municipais e policiais civis a Deprema, onde foi registrado o boletim de ocorrência com a expedição de um Termo Circunstância de Ocorrência possibilitando o acusado a responder o processo por crime ambiental em liberdade. De acordo com a Lei de Crimes Ambientais (9.605/98), se condenado Cristovão Laurentino pode pegar detenção de seis meses a um ano e multa.


Texto: Assecom GMN.
Contato: assecomgmn@hotmail.com.