quarta-feira, 29 de março de 2017

Pipas com cerol são apreendidas pela GMN em Mãe Luiza e Bom Pastor

Material apreendido vai ser destruído para evitar reutilização
As medidas de combate a utilização de pipas e papagaios com cerol acionadas pela Guarda Municipal do Natal (GMN) resultou em mais apreensões nessa terça-feira (28). Dessa vez as abordagens foram realizadas nos bairros de Mãe Luiza e no Bom Pastor, zonas Leste e Oeste da capital, respectivamente. Cerca de 10 pipas e novelos de linhas com cerol foram recolhidas pelos guardas municipais. Todo o material deve ser destruído para evitar reutilização do mesmo.

Desde o último final de semana que o patrulhamento ostensivo de rua da GMN está orientado a apreender as pipas em que estejam sendo utilizadas linhas com cerol. A mistura de cola de madeira e vidro triturado passada na linha é causadora de diversos acidentes envolvendo, principalmente, motociclistas que são feridos e até mesmo mortos pelo cerol, que torna a linha cortante, ocasionando ferimentos de todo tipo de gravidade.

O subcomandante de Segurança da GMN, Alberfran Grilo, informou que nas abordagens os proprietários do material ilegal estão sendo orientados do perigo de empinar pipa com linha em cerol, porém aqueles que forem flagrados reincidindo no mesmo delito serão conduzidos a delegacia para prestar esclarecimentos. “É preciso que as pessoas entendam que o cerol coloca em risco a vida e a integridade física do cidadão”, alertou.


Texto: Assecom GMN.
Contato: assecomgmn@hotmail.com.

GMN reforça ações preventivas nas proximidades das unidades de saúde da capital

Abordagens foram realizadas em quadra de esporte próxima da UPA do bairro de Pajuçara
O trabalho ostensivo preventivo realizado pela Guarda Municipal do Natal (GMN) vem sendo intensificado nas áreas onde estão situadas as unidades municipais de saúde. Pontos considerados de  movimento e aglomeração de pessoas estão recebendo maior atenção do patrulhamento da GMN, que vem abordando e identificando suspeitos. A medida visa trazer mais segurança, tanto para a população local, como para pacientes que buscam atendimento médico e servidores da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

As ações de ronda ostensiva são realizadas de maneira regular e por meio de denúncias que são feitas diretamente as guarnições operacionais da GMN ou via Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp), pelo número 190, como ocorreu na tarde dessa terça-feira (28). Nesse sentido foi efetivada uma abordagem a cerca de 30 de pessoas suspeitas de estarem vendendo e consumindo drogas, além de praticar outros atos ilícitos numa quadra de esportes próxima a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Pajuçara, na zona Norte de Natal.

Trabalho preventivo visa inibir atos ilícitos nas proximidades das unidades de saúde

As viaturas do RondaS e da Supervisão GMN chegaram ao local, fizeram a revista pessoal e a identificação de todos os suspeitos. Na oportunidade, foi encontrado resquícios de consumo de maconha, porém não foi possível identificar o autor do ato ilícito. Os guardas municipais orientaram  todos os abordados sobre as denúncias e punições para atos dessa natureza.

A intenção do Comando da GMN é de que com a continuação dessas ações os índices de furtos e roubos a pessoas que trafegam nas proximidades das unidades de saúde do município caiam de maneira perceptível. “Com ações preventivas estamos inibindo delitos que poderiam ocorrer e dessa forma damos nossa importante contribuição para segurança pública”, comentou o comandante da GMN, Michel Dantas.


Texto: Assecom GMN.
Contato: assecomgmn@hotmail.com.

segunda-feira, 27 de março de 2017

GMN iniciou medidas de combate a pipas com cerol

Guardas municipais apreenderam várias pipas com cerol nesse domingo (26)
A Guarda Municipal do Natal (GMN) iniciou ações para inibir a utilização de pipas com linha banhada em cerol, que é uma mistura de cola e vidro triturado. A iniciativa da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social (Semdes) por meio do Comando da GMN vem com o intuito de prevenir acidentes, inclusive fatais, como o que ocorreu na semana passada e vitimou um motociclista no bairro de Pajuçara.

O trabalho realizado pelas guarnições de patrulhamento da GMN já resultou em diversas apreensões de pipas com cerol, como as que ocorreram nos bairros de Nova Natal e Parque dos Coqueiros, nesse domingo (26). Cerca de 10 pipas com novelo de linha com cerol foram apreendidas pelos guardas municipais do Ronda Saúde (RondaS). Os responsáveis pelo delito são orientados sobre o perigo de utilizar o cerol e todo o material recolhido é destruído para evitar possível reutilização.

O comandante da GMN, Michel Dantas, explicou que o combate ao delito de utilizar pipa com cerol não vai comprometer o serviço padrão realizado pelas equipes de patrulhamento ostensivo da corporação, já que a determinação é para que as abordagens sejam realizadas durante o patrulhamento de rotina. “As viaturas estarão no serviço regular de ronda e no seu percurso se deparando com movimento de pipas é que será feita a verificação se tem cerol na linha. Essa é uma forma de combate que estamos utilizando para tentar evitar acidentes”, contou.

Já o subcomandante de Segurança da GMN, Alberfran Grilo, informou que na primeira abordagem os cidadãos flagrados pelos guardas municipais utilizando cerol estão sendo orientados da proibição e tendo o material apreendido, porém em caso de reincidência, os mesmos serão conduzidos a Delegacia para prestar esclarecimentos e notificar o fato. “Esse é um trabalho importante de prevenção e de segurança pública que a Guarda Municipal está se empenhando em cumprir”, ressaltou.

Cerol

Cerol é uma mistura criminosa de cola de madeira com vidro moído que as pessoas passam na linha dos papagaios e pipas para cortar a linha das pipas de outros. Esta mistura de cola e vidro moído faz com que a linha se torne uma verdadeira navalha causadora de muitos acidentes fatais. Os maiores riscos são os cortes causados pelas linhas e os motociclistas são as principais vítimas, que em caso de acidentes tem alguma parte de seu corpo cortada, sendo geralmente o pescoço o local atingido, causando ferimentos e até mesmo morte da vítima.


Texto: Assecom GMN.
Contato: assecomgmn@hotmail.com.

Paredões de som são apreendidos e festas interditadas em operação da GMN, Sermub e Cipam

Operação interditou festas sem licenciamento
Nove paredões de som automotivo foram apreendidos e três festas realizadas em estabelecimentos não licenciados foram interditadas em operação conjunta que aconteceu nas noites da sexta-feira (24) e do sábado (25), pela Guarda Municipal do Natal (GMN), Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb) e a Companhia Independente de Proteção Ambiental da Polícia Militar (Cipam). A operação teve como foco o combate a utilização irregular de paredões de som em via pública, como também o abuso dos níveis de som fora do que é permitido pela legislação.

Somente via Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp), que responde pelo número 190, foram atendidos 22 chamados de pertubação do sossego pelos agentes da operação conjunta. A guarnição do Grupamento de Ação Ambiental da GMN informou, que além do desrespeito por parte de proprietários de veículos com paredões de som e organizadores de festas não licenciadas, os guardas municipais registraram ocorrências de som em alto volume em quatro residências. Nesses casos, os responsáveis foram orientados a regular o som e foram notificados pelos fiscais da Semurb.

Paredões de som estavam ligados e via pública e foram apreendidos
A operação mobilizou cerca de 16 agentes entre guardas municipais, fiscais ambientais e policiais militares. Foram utilizadas sete viaturas de patrulhamento, sendo três na noite da sexta-feira e quatro na do sábado. Durante a operação as equipes patrulharam bairros situados nas quatro zonas administrativas da capital. Em nenhum momento foi registrada alteração que resultasse em prisão dos envolvidos.

O Artigo 3º da Lei nº 6246, sancionada em 20 de maio de 2011, versa sobre a proibição do funcionamento dos paredões de som nas vias, praças, praias e demais logradouros públicos do município de Natal, define “paredão de som” como “todo e qualquer equipamento de som automotivo rebocado, instalado ou acoplado nos porta-malas ou sobre a carroceria dos veículos”.

O descumprimento da lei municipal 6.246/2011 (paredões de som) é passível de multa que pode variar de 300 a 3.000 unidades fiscal de referência (Ufir). Outro agravante é que o proprietário de veículo flagrado perturbando o sossego público pode ser multado sem a necessidade de medição dos decibéis, com base em resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). Nessa situação, basta que o agente registre no auto de infração a forma de constatação da transgressão. A infração é considerada grave, registra cinco pontos na CNH e tem penalidade pecuniária de R$ 195,23.


Texto: Assecom GMN.
Contato: assecomgmn@hotmail.com.

sexta-feira, 24 de março de 2017

Ronda Ostensiva da GMN evita roubo a loja na zona Norte da capital

Material apreendido com o acusado de roubo a loja
Uma ação rápida da Ronda Ostensiva da Guarda Municipal do Natal (Romu/GMN) impediu nessa quinta-feira (23), um roubo a uma loja de vestuário e variedades, situada na Avenida Boa Sorte, no bairro de Nossa Senhora da Apresentação, na zona Norte da capital. Na ação foi apreendido um menor de 17 anos que foi flagrado enchendo uma sacola com roupas, tendo já outras duas cheias com utensílios e perfumes que estavam sendo roubadas da loja de confecções.

No momento, os guardas municipais realizavam patrulhamento de rotina na localidade quando foram avisados da ocorrência de roubo pela população vizinha ao estabelecimento comercial. Ao se deparar com o suspeito foi dada voz de prisão e realizada a busca pessoal onde foi encontrada na cintura do menor infrator uma faca, que segundo a vítima, foi utilizada para intimidar a proprietária da loja no sentido de efetivar o roubo.

Os guardas municipais encontraram a proprietária da loja presa dentro do banheiro. A mesma se encontrava amarrada e amordaçada ao lado de uma criança. A vítima informou que o menor entrou na loja se passando por cliente e logo em seguida anunciou o assalto de faca em punho e utilizando uma pedra por baixo da camisa alegando ser uma arma de fogo.

Os guardas municipais deram voz de prisão ao acusado que foi conduzido ao 9º Distrito de Polícia Civil onde foi registrado o auto de apreensão em flagrante delito sob acusação análoga ao delito de roubo. Na ocasião, o menor confessou ter realizado outro roubo na região da zona Norte de Natal.


Texto: Assecom GMN.
Contato: assecomgmn@hotmail.com.

Amana realiza uma semana de atividades com foco no Dia Mundial da Água

Dia Mundial da Água é comemorado no dia 22 de março
As crianças do projeto Agente Mirim Ambiental de Natal (Amana) estão participando de várias atividades relacionadas ao Dia Mundial da Água, celebrado nessa quarta-feira (22). Os guardas municipais responsáveis pelas instruções do projeto tiraram toda esta semana para ampliar a abordagem ao tema, mostrando a importância do Parque da Cidade de Natal para o abastecimento de água potável da capital e desenvolvendo trabalhos manuais com referência a preservação e ao consumo consciente da água do planeta.

As atividades pedagógicas envolvem aulas expositivas e de caráter lúdico. As crianças produzem murais, maquetes e cartazes onde são expressados seus conhecimentos do que foi informado pelos instrutores. Nesses casos, o material é avaliado e exposto nas salas e locais públicos do Parque da Cidade, onde os visitantes podem conhecer as mensagens que sempre apontam para a preservação ambiental e para a importância da água como meio de sobrevivência do planeta.

Alunos do Amana tiveram instruções sobre a importância da preservação da água
As crianças aprendem com os guardas municipais que parte de toda a água que abastece Natal vem da Zona de Proteção Ambiental 01, onde se encontra situado o Parque da Cidade. “Cerca de 70% da água que utilizamos vem do aquífero Dunas Barreiras, o Parque da Cidade contribui com a preservação de parte desse manancial subterrâneo, renovando e recarregando através das chuvas que caem naquele local”, explicou o guarda municipal e coordenador do Amana, Marconi Lucas.

Amana

O Amana é um projeto de segurança preventiva criado em novembro de 2013 pela Prefeitura do Natal por meio da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social (Semdes) e atende 60 crianças na faixa etária de 09 a 12 ano, do bairro de Cidade Nova. Esses alunos recebem semanalmente da Guarda Municipal do Natal (GMN) instruções de cidadania, meio ambiente, música, esporte e lazer. O objetivo do projeto é disseminar uma consciência cidadã de respeito, ética e convivência social sadia.

Texto: Assecom GMN.
Contato: assecomgmn@hotmail.com.


quarta-feira, 22 de março de 2017

Homem que ameaçou guardas municipais com faca é preso em Cidade Nova

Agentes lotados no setor da Supervisão da Guarda Municipal do Natal (GMN) prederam na tarde dessa segunda-feira (20), um homem identificado como Cláudio Henrique Amaro da Silva acusado de ameaçar a guarnição com uma faca. A prisão aconteceu dentro da Estação de Transbordo, no bairro de Cidade Nova, zona Oeste da capital.

De acordo com informações relatadas pelos guardas municipais, um grupo de homens invadiram a área interna da Estação de Transbordo sem a devida autorização. A guarnição da GMN foi acionada e abordou o grupo solicitando a saída do local privado. Os homens demonstraram resistência e um deles com uma faca na mão ameaçou os guardas municipais afirmando que iria voltar. O mesmo cumpriu a promessa e foi contido e preso pelos agentes.

Cláudio Henrique foi conduzido pelos guardas municipais a Central de Flagrantes da Polícia Civil onde foi registrado o boletim de ocorrência, ficando o acusado à disposição da justiça. A Estação de Transbordo vem sendo guarnecida pela GMN devido uma determinação do Ministério Público Estadual que proíbe o acesso de pessoas estranhas no local.


Texto: Assecom GMN.
Contato: assecomgmn@hotmail.com.